Yearly Archives: 2012

Bar Siri com Toddy

Pratos e sabores de tradição Caiçara, assim pode-se definir o cardápio, o atendimento e o aconchego do Bar Siri com Toddy aqui na Prainha Branca.

Um Ambiente aconchegante, confortável e um ótimo local para receber o Turista Praiano.

Os chefes da casa preparam os pratos com o maior carinho e higiene, garantindo assim qualidade, a estrutura se ocupa de dar um show de simplicidade e interação com a Natureza, podendo assim degustar cada refeição com uma linda vista para o Mar.

A ideia do Siri com Toddy é a integração da Cultura, natureza e bom gosto.

Os pratos são elaborados para atender todos os tipos de paladares, além dos pratos rápidos como o famoso PF, servem-se também pratos especiais como camarão na Moranga, Peixe ao Alho, ao molho de Alcaparras, Indiano, além de uma variedade de pratos e porções.

Especiarias gastronômicas e únicas na Prainha.

Indicamos também a Caipirinha especial com leite fermentado servida no Bar.

O Bar Siri com Toddy fica localizado no canto direito da Prainha Branca e tem como saudação (Foto) uma mensagem direta da preocupação dos proprietários com o Meio ambiente e a preservação da própria Prainha Branca, a preocupação com a Limpeza da Praia e do meio em que vivemos.

Saudações Caiçara,

Siri com Toddy

Foto da Entrada do Bar Siri com Toddy

Prainha Branca é lição de vida!

Vista do Bar Siri com Toddy

A Prainha Branca é um desses lugares.

Natureza imponente, pura, viva, daquelas que te fazem parar e pensar que realmente algo divino existe no mundo; esta é só uma das sensações poéticas que a Prainha Branca pode trazer.

Mas é também um dos locais onde se aprende a quem sabe observar ou convive o social da comunidade, um valor básico, e que infelizmente nas grandes megalópoles perdeu-se no tempo, perdeu-se no caos da sobrevivência desta grande aglomeração urbana.

Vista do Bar Siri com Toddy

 

Já disse em seus pensamentos o Grande Amyr Klink: – “Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser. Que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver”

E partindo deste pensamento, posso falar com certa autoridade, a experiência única e transformadora de se aprender sobre uma comunidade.

Viajar expressa o ato de conhecer lugares, pontos, a história, a geografia e os costumes de um lugar.

E passar a viver em uma viagem.

É  poder também fazer uma viagem pra dentro de si, e agregar novos valores.

A Prainha Branca é um desses lugares.

Natureza imponente, pura, viva, daquelas que te fazem parar e pensar que realmente algo divino existe no mundo; esta é só uma das sensações poéticas que a Prainha Branca pode trazer.

Mas é também um dos locais onde se aprende a quem sabe observar ou convive o social da comunidade, um valor básico, e que infelizmente nas grandes megalópoles perdeu-se no tempo, perdeu-se no caos da sobrevivência desta grande aglomeração urbana.

Irmandade; o substantivo feminino que pode definir a maior lição social que a Prainha Branca e outras comunidades Caiçara podem agregar as pessoas.

Este conceito de irmandade pode ser observado nesta vila caiçara que construiu suas raízes e sua história em uma união ímpar com o único propósito de manter ali sua cultura e união.

Um lugar onde se aprende que ajudar o próximo, respeitar o meio ambiente, respeitar os mais velhos e as crianças são lições básicas.

Um lugar onde se aprende e prova-se que juntos, constrói-se um caminho melhor… esta é uma alusão à revitalização da trilha de acesso hoje feita de pedras, que foi construída através do esforço e o suor de seus moradores.

Um esforço comunitário que é a prova de que sozinho; ninguém constrói um caminho sólido.

Outros tantos exemplos deste esforço podem ser esboçados, desde as compras do Supermercado que chegam através das pequenas lanchas e que alguém sempre ajuda a descarregar, até no esforço de ajudar alguém enfermo.

Basta apenas sentar-se a beira mar e observar atentamente o vai e vem de seus moradores.

Esta Praia pode de forma profunda tocar um bom observador, ensinar valores que os livros não podem citar; modificar o seu modo de ver a vida e a sua convivência em sociedade, que podem mudar seu comportamento, esta praia pode ensinar todos os dias uma nova lição.

Um profundo pensamento intimo que descreve o lado filosófico e prático, perdido nos dias de hoje.

Lições humanitárias aprendidas na bela Prainha Branca.

 

Por Beth Mello

Referencia Amyr Klink – Fonte: http://pensador.uol.com.br/viajar/

Camping Cantão

(13) 97757676

Pousada Camping Da Mara

(13) 33056102

Pousada da Cici

(13) 33056128  / (13) 97059710

Pousada Lip Point

(13) 33056125 / 97544047

Camping A Toca da Garoupa

Olá Pessoal!

Nestes últimos meses estivemos em reforma para melhor atende-lo e atender as políticas de meio ambiente local!
Mas queremos avisar que já estamos funcionando.

Visite nosso site www.atocadagaroupa.com e conheça os nossos Quartos Surf Camping!

Aguardamos a sua presença a este santuário ecológico. Faça já a sua reserva!

Aloha!

A Toca da Garoupa

dora@atocadagaroupa.com

11.97670.7344 (Dora)
11.99287.9242 (Marcel)
13. 8143.9714 (Max – Barco para travessia)

 

Slackline

Molecada arrebenta!

Depois do campeonato que rolou a molecada levou a serio e Djalma e Vinicius Mota já mostram toda força na fita. Confira as fotos!

Pascoa Surf Reggae

Laricas Point – Praia Branca – Guarujá – SP

Apresenta: TRIO DA LUA
Bandas ao Vivo 06/07/08 de Abril 2012

1º Encontro Slackline no Litoral – Arte do equilibrio

Laricas Point – Praia Branca – Guarujá – SP

Apresenta:1º Encontro Slackline no Litoral

Apartir das 13 Horas dos dias 06/07/08 de 2012